THEME BY

Ele te deixa, e a única coisa que sobra dele com você é a esperança de um dia o telefone tocar e ser ele. Então você fica ali, esperando, agarrada no telefone como se fosse a coisa mais importante do mundo - e no momento é. Olha que surpresa, o telefone toca. Você a principio atende como uma desesperada, e se decepciona em seguida por saber que é sua vizinha te pedindo um pouco de açúcar emprestado. Você tenta ser educada o máximo possível, mas quer desligar logo para que a linha não esteja ocupada caso ele ligar. Depois de uns 40 minutos, o telefone toca outra vez. Você tá longe, mas para conseguir atendê-lo no segundo toque, sai correndo atropelando tudo pela frente. Consegue, mas infelizmente não é ele, é a sua mãe perguntando se você já comeu. Que mãe liga para a filha só para perguntar se já comeu? A sua liga, mas você não ta com tempo para responder todas aquelas perguntas bestas que todas as mães sempre fazem, e só diz que tá ocupada e precisa desligar. E desliga. Demorou 2 dias para o telefone tocar outra vez, é sua operadora, e você desliga. No outro dia, toca, toca, toca, e você ta no banho, tenta sair do banho o mais rápido possível para chegar até o telefone, mas quando vai atender, para de tocar. Ai toca mais uma vez, e infelizmente é a sua amiga só pra contar sobre o fulano lá que ela tá a fim, e você demonstra interesse sem estar nenhum pouco interessada. 3 horas depois ela desliga. Você já ta perdendo a paciência, e quer mais que o telefone se exploda. Literalmente. No dia seguinte, ele só tocou uma vez, e caiu. No outro dia, você já não se importa tanto com o telefone quanto antes, e ele já não é mais sua prioridade. Se tocar, tocou. Se você atender, atendeu. Não fazia mais diferença, porque suas esperanças haviam sido assassinadas por você mesma, porque no fundo, você estava cansada de tudo. Passado 30 dias depois do acontecido, seu telefone toca, e olha que merda, era ele. Você fala alô, ele fala alô. Você reconhece a voz, e seu corpo petrifica. Silêncio absoluto que dura uns 10 minutos mais ou menos, até ele quebrar e perguntar “Como você está?”, e você só responde “Bem”, curta e grossa, sem ter que prologar a conversa e nem nada, só “Bem”. Ele solta em seguida “Sinto a sua falta”. Filho da puta! Você passa 30 dias esperando a pessoa te ligar, só para dizer “Sinto a sua falta”? É isso mesmo? Esperou tanto por nada? Sofreu tanto por nada nada? Se desesperou tanto por nada? Então você começa a se sentir minuscula, incapaz, ridiculamente idiota perto de toda a situação. Quer chorar, mas não chora. Quer xingar, mas não xinga. Quer enlouquecer, mas não enlouquece – quero dizer, não mais do que já enlouqueceu esse tempo todo. E só fica parada, ouvindo a respiração de ambos por mais 5 e longos minutos, até dizer com muito esforço “Tarde demais.” Tu… tu… tu… Foram os “tu’s” mais eternos da sua vida. E logo pensa, “Esperar cansa.”

- Thiara Macedo. (via autorias)

Eu queria ser tanta coisa, mas não consigo ser nada, absolutamente nada.

- Cuidei  (via cantosdsereia)

A sua voz preenche qualquer vazio. Seu sorriso me completa. Seu toque me acalma. Sua boca me rouba o fôlego. Sua presença me faz feliz. Seu amor me dá forças.

- Giulia Mainardi.  (via reciteis)

Do que eu tenho medo? Deixa eu ver. Sei lá, de repente de chegar um dia e ver que foi tudo em vão, que não valeu a pena, cada gesto ou cada ação, cada investimento e concessão. Sabe aquela cena clássica no restaurante? Os dois jantando em silêncio, a mulher olhando para os lados atrás de casais iniciantes, mais felizes e vivazes que o relacionamento dela, o homem com o olhar atrás de um traseiro mais durinho. Eu tenho medo de um dia acordar e sentir que acabou.

- Gabito Nunes (via inverbos)

retiraste:

Vou dormir, porque a vida tende a dar errado enquanto estou acordado.

PC Siqueira

posted Há 4 meses

E por mais incrível que pareça, você me faz feliz. E eu quero continuar sendo feliz até o último dia de minha vida, mas só você pode me proporcionar isso.

- Quer casar comigo?  (via ausenciai)

Meus sentimentos não são mais apenas sentimentos… Se tornaram cicatrizes no qual deixou uma alma exalando o odor de medo e dor.

- Thay Cortez (via vinculoeterno)

Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor… Lembre-se: Se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele você conquistará o mundo.

- Albert Einstein.  (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Ninguém é tão sensível. Ninguém é bruto o tempo todo. Todas as vezes que tentam me colocar num desses estereótipos eu fico angustiado, sabe? Porque não é verdade. A vida é plural e a gente é feito de vários momentos. A construção da personalidade é feita de vários momentos, dentro de impressões sobre o mundo que você tem a cada momento e antes de qualquer coisa eu tenho muito mais conflito do que certeza. Então, eu não posso me afirmar porra nenhuma.

- Marcelo Camelo. (via vinculoeterno)

A gente se apaixona pelo jeito da pessoa. Não é porque ele cita Camões, não é porque ela tem olhos azuis, é o jeito dele de dizer versos em voz alta como se ele mesmo os tivesse escrito pra nós, é o jeito dela de piscar demorado seus lindos olhos azuis, como se estivesse em câmera lenta. O jeito de caminhar. O jeito de usar a camisa pra fora das calças. O jeito de passar a mão no cabelo. O jeito de suspirar no final das frases. O jeito de beijar. O jeito de sorrir.

- Martha Medeiros.  (via frasesmalfeitas)

Eu sei que com você vai dar certo. Mesmo com as brigas, com as minhas implicâncias, mesmo com os desentendimentos. Vai dar certo porque eu sei que é você que eu quero, porque só tem você na minha vida, porque você está em todos os meus planos para o futuro. Vai dar certo porque nos amamos, e ninguém vai conseguir destruir o que sentimos um pelo outro. Eu sei que não.

- Cássia Eller.   (via diciona)